sábado, 13 de junho de 2009

Quem sabe sejamos UM por alguns momentos...

Onde excedo, você falta.
Onde sou asas, você é o chão.
Onde sou sombra, você é a luz.
Onde sinto, você pensa.
Onde sou afeto, você é razão.
Mas, surpreendentemente, somos duas estradas que levam a um mesmo lugar.
Nossas almas convergem, e por alguns momentos fundem-se numa só.

É.
Talvez sejamos isso, os dois lados de um sonho só.
Com essa mesma sede de viver uma história linda, e esse mesmo desejo de caminhar de mãos dadas até o fim dos dias.
Impossível ignorar isto.
Somos íntimos e vulneráveis.
Cada qual ao seu modo, é claro, mas absolutamente vulneráveis.

É esse tal amor, que faz menino o mais equilibrado dos homens.

28 comentários:

  1. LINDAMENTE BELO, QUEM SABE AS ALMAS GÊMEAS NÃO SÃO REALMENTE VCS, BJS E VENHA ME VISITAR!

    ResponderExcluir
  2. Lindo poema! Os opostos que se atraem e se fundem... Bjus.

    http://contesta-acao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Essa é a essência do amor: a complementação. Quando nos sentimos completos ao lado da pessoa amada. alcançamos a felicidade, a plenitude. Esse é o caminho para o amor dar certo!
    Parabéns pelas suas palavras!
    Beijos
    Karina

    ResponderExcluir
  4. ...maravihoso e verdadeiro
    sentir...

    você é uma linda!

    bjs

    ResponderExcluir
  5. É o tal de um completar o outro...Lindo! beijos,chica

    ResponderExcluir
  6. Essa sensação de vulnerabilidade é,as vezes, aterradora, não ?

    ResponderExcluir
  7. Nunca se esqueça de mim, que sempre estarei me lembrando de você.
    Bom domingo
    beijos

    ResponderExcluir
  8. Solange,
    Eu indiquei vc ao selinho "Blog Maneiro", vc recebeu meu recadinho???
    Amei esse poemeto seu... A essência do amor é um completar o outro... Senão não tem graça, quiímica...
    Bjo grande!!!

    ResponderExcluir
  9. Ola desculpa minha ausencia amiga!
    adoro vim aki mas é sempre uma correria :)

    Quando duas pessoas se ama e se uni é vira uma so carne...ísso é lindoOO

    Otima noite amiga
    bjuz

    ResponderExcluir
  10. Amigos são poemas…
    Os verdadeiros amigos são a poesia da vida.
    Eles enchem nossos dias de cores, rimas e risos,
    nos seguram a mão quando caminhar parece difícil.
    Mostram que mesmo em dias nublados o sol está no mesmo lugar,
    e nos ensinam que a chuva pode ser uma canção de ninar
    nas noites solitárias e vazias.

    Um abraço em mais este final de semana, que tudo lhe
    Seja bom...

    ResponderExcluir
  11. Hoje só vim aplaudir. E de pé porque você merece.
    clap, clap, clap, clap, clap, clap, clap, clap,clap, clap, clap, clap, clap, clap,
    clap, clap, clap, clap, clap, clap, clap,
    clap, clap, clap, clap, clap, clap, clap,

    Beijos estalados na alma!
    Layla
    http://culpadowalter.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Nada mais bonito e gostoso do que um amor que nos completa, que divide, que soma, que nos traz paz!

    Bjaum

    ResponderExcluir
  13. oi querida...bom é seu cantinho aqui!!!

    Fiquei feliz demais com sua presença
    no meu mundo...volte sempre que eu
    continuarei a ler seus belos escritos!!!

    beijos muitos

    ResponderExcluir
  14. A isso eu chamo de uma sagrada comunhão com as letras...Verdadeira integração das cores e matizes de uma emoção que passa a ser nossa...

    ResponderExcluir
  15. Olá, querida!
    Estou de volta, graças a Deus!
    Estava com muita saudade disso tudo... É bom escrever aqui novamente também!
    Ah, têm selos no meu blog pra você. Talvez já deva ter ganho, mas receba estes mimos de coração...
    Faço também um convite para participar de uma Blogagem Coletiva que estou elaborando sobre o Dia da Música, que é dia 21 de junho... Espero que aceite meu convite!
    Grande beijo e um excelente domingo pra você!

    ResponderExcluir
  16. A poesia é linda e a imagem bastante sugestiva.


    __

    Acompanhe: http://os-desconhecidos.blogspot.com/

    os desconhecidos

    Uma coletânea de minicontos que se interligam ou um romance que se forma em seus fragmentos. As personagens que percorrem o mundo em solilóquios e de repente se esbarram em alguém ou entra em contato social de alguma forma com um outro. Forma-se assim uma rede de desconhecidos que mantém vínculos no encontro cotidiano, ordinário, momentâneo. O leitor, como se acompanhasse uma prova de revezamento, é levado pelas curvas dos desconhecidos. De fulano para beltrano, de beltrano para ciclano e tal...

    ___

    Abzzzz

    ResponderExcluir
  17. Oi! Obrigada pelo lindo comentário, gosto muito de passar pelo seu blog, leio sempre. Voce tem muita sutileza e um jeito de escrever sobre a vida, que já me emocionou muitas vezes!

    Muitos beijos!

    Prity

    ResponderExcluir
  18. E aos poucos a humanidade vai percebendo o quanto nos complementamos um ao outro.
    Bj!
    Boa semana!

    ResponderExcluir
  19. Cééééééus...me lembrei do meu namorado agora. Preciso ir vê-lo.
    Adoro-te querida. Sua escrita aguça minha alma.

    ResponderExcluir
  20. Solange,

    Lindo poema num belo jogo de palavras!!!

    Beijos...

    ResponderExcluir
  21. Tudo o que é perfeito tem seu oposto.

    Você já viu o "Especial Dia dos Namorados" do "Dicas..."?
    Venha ver! Beijão!

    ResponderExcluir
  22. ..Solange...muito lindo esse poema!!! Seja para adolescentes ou pessoas plenas... para qualquer idade.!!

    Bjuss!!

    Hod.

    ResponderExcluir
  23. Nossa, que lindo texto!
    Gostei muito do seu blog, viu?!

    Passarei por aqui mais vezes.

    Venha deixar sua marca no meu tb!

    Entre no glamour dos sentimentos =)

    BjuS

    ResponderExcluir
  24. Muito lindo!
    Essas linha expressaram tudo o que eu guardo dentro de mim..
    Parabéns, e continue escrevendo, seu blog é maravilhoso!
    Beeijos ;*

    ResponderExcluir