segunda-feira, 1 de agosto de 2011

dos bons encontros...

A luz mudava de ângulo ao atravessar a vidraça, e eu mais uma vez tendo a sorte dos bons encontros.
Ela me falou de Manoel de Barros e de como ele achava que as coisas estavam cansadas de serem vistas sempre da mesma maneira.
Parecia uma tarde comum, mas resolvi olhá-la de outra forma.
O tapete colorido, se visto lá de cima, era o cenário de um quadro Naif, e eu era a moça sentada no chão, com um livro no colo, no meio da pintura.
Eu era um quadro bonito. Vermelhos e ocres, turquesas e verdes. Detalhes delicados. Crianças, sorrisos, sonhos.

Bonito ver que mesmo num momento de dor, que mesmo quando tudo parece cinza, alguém atravessa a nossa vida e fala de Manoel de Barros e das possíveis interpretações sobre a mesma coisa.

É.
A vida pode ser maravilhosa.
.

12 comentários:

  1. a vida é maravilhosa, basta apenas saber conduzi-la... beijokas

    ResponderExcluir
  2. a vida não pode ser maravilhosa:

    ELA É !

    beijos sua linda e força na peruca!!!

    Estamos "quase" lá!

    Bibi

    ResponderExcluir
  3. e existe pessoas que contribuem para que a vida seja maravilhosa!

    :)

    ResponderExcluir
  4. A vida pode ser maravilhosa!!

    Que olhemos sempre assim, com Manoel de Barros e a duçura com a qual cruzamos na esquina e deixamos passar...

    Beijo meu!

    ResponderExcluir
  5. "Se não podem me ler; que eu me leia; que conheça os sobressaltos que interpõe esta ponte, e se ela não existir, que eu seja o engenheiro sagaz; determinado a cumprir com o meu objetivo, seja lá, onde estiver as ferramentas que preciso ainda encontrar para beijar os pés de Clarice Lispector; limpando o chão pelo qual passou Machado de Assis; lendo e aprendendo com o tão polêmico Nietzsche... Ah, Senhor, protetor dos novos e loucos autores, que esta chuva que refrescou a luta árdua de tantos molhe o meu telhado a ponto de encontrar a humildade necessária que não me fará algoz de minhas próprias ambições..."
    Olá, Meu nome é Adriana, é um prazer conhecer seu blog; sou poeta, escritora, e Gostaria de lhe convidar a conhecer o meu espaço; todo mês você terá uma chance de ganhar livros sorteados entre os seguidores do meu blog. Esta é uma iniciativa privada para incentivar os novos autores que são considerados anônimos no mercado literário; para participar, siga o blog e deixe um comentário -"quero participar da promoção dos novos autores!" Nossos grandes incentivadores são vocês!
    Um abraço e parabéns pelo texto e pelo blog!
    Adriana
    adrianavargas.ocadv@hotmail.com
    Obs: meus livros, sem frete, ficarei feliz se adquirir algum e prestigiar uma nova autora http://www.bookess.com/profile/adrianasph/books/
    seguindo-te.

    ResponderExcluir
  6. gostoso qndo concordam conosco, ou conseguem ver a mesma beleza que nossos olhos veem.

    bjos...

    ResponderExcluir
  7. Que lindo!!! Adorei!
    Engraçado que no meio da leitura eu parei pra te procurar ( a moça sentada lendo o livro)

    adorei o texto, o post, a mensagem..

    Isso me fez lembrar uma vivencia minha qd criança.

    Quando eu era criança e estava triste gostava de olhar os quadros na parede da casa onde morava. Os quadros me traziam muita paz, me dava ideia de harmonia, e dai eu começava a me imaginar neles...ali naquela fantasia toda..e ficava horas fazendo isso.

    Estes dias, visitando uma amiga vi, na parede, um quadro parecido ao que eu olhava qd criança, e, por um instante, que ela me deixou na sala sozinha, fitei o quadro e me imaginei ali de novo. Qd foi a noite sonhei que eu estava naquela paisagem linda e carregava no colo uma criança..rrsrrs acho que era eu tb, devo ter me encontrado lá nas várias imagens que deixei...

    não sei dizer..foi realmente um passeio fugidio em mim..


    Beijos obrigada pelo post

    Nana andrade

    ResponderExcluir
  8. acontece comigo, toda vez que entro aqui..
    ahh! que bom..

    bjs.Sol

    ResponderExcluir
  9. É... A vida pode ser maravilhosa! E generosa ao ponto de nos abraçar quando a gente menos espera. É o seu jeito de dizer que vale a pena.

    Eu também adoro arte naif e amei a sua escolha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. ..."...que a importância de uma coisa não se mede com fita métrica nem com balanças nem barômetros etc.
    Que a importância de uma coisa há que ser medida pelo encantamento que a coisa produza em nós.

    Manoel de Barros


    é assim que me sinto
    cada vez que leio você!

    bjbjbj, alma linda!

    ResponderExcluir
  11. Sim, a vida pode ser maravilhosa.
    Mesmo que seja em um encontro que de tão pequeno e bom, é tão grande e diferencial...rá... bons encontros sempre pra vc, querida!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  12. Com certeza Solange, a vida está aí para que nossas mãos de poetas possam moldá-lo :-)

    beijo
    Anne

    ResponderExcluir