quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Deserto

E madrugada adentro parece que as pessoas
não querem mesmo suas casas.
Querem qualquer coisa menos o deserto da solidão.

31 comentários:

  1. Quantas vezes vaguei como pirilampo,como bêbado sem rumo.Como vagalume oscilante.Ainda vagueio, mas fiz da insônia minha melhor amiga.Extraí dela muitas poesias. O amor? Sei lá,de mim nunca saiu. Que pena que a cidade dorme e não pode ver que eu tenho muito a oferecer.

    ResponderExcluir
  2. Talvez fujamos sem saber que, no silêncio há sons e na solidão, companheiros que nos farão ouvir e sentir a presença de algo que é mais sagrado para nós.
    Gosto quando percebo a grandeza das coisas em frases tão simples.

    beijos, querida.

    ResponderExcluir
  3. Mas acaba sendo assim mesmo, nós escolhemos e no fim não queremos o resultado das nossas ações...

    Fique com Deus, menina Solange.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Algumas vezes me pego pensando o porque dessa necessidade urgente de estar sempre em volta de gente? Já cheguei à algumas conclusões!!!

    Primavera com infinitas fragrâncias para todos!!

    Hod.

    ResponderExcluir
  5. Disse pouco, mas disse tudo que eu sinto longe de casa.

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto de me sentir sozinha em casa. Isso me faz refletir sobre a minha vida.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Medo de estar consigo mesmo...triste isso!
    È tão rica a solidão!


    beijo pra vc

    ResponderExcluir
  8. Tudo de-mentirinha, né? Porque vá para onde se for, nela se está/estará...

    ResponderExcluir
  9. As pessoas assustam-se quando estão na sua própria companhia. Tem uma música do Los Hermanos que diz "os dias que eu me vejo só,
    são dias que eu me encontro mais". Eu concordo plenamente.
    beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi Solange, linda reflexão!! Pergunto: no deserto da solidão, somos oásis quando temos nossa própria companhia?! Abraços

    ResponderExcluir
  11. Como se o deserto
    não as habitasse por dentro...

    ResponderExcluir
  12. Eu prefiro minha casa
    Mas não a solidão
    Sou um ser "barulhante"

    Gosto de tuas Reflexões, sempre me fazem pensar.

    Beijos do meu Horizonte!

    [aqui frio,vento de inverno, pode?!?]

    ResponderExcluir
  13. Oi, Solange

    Tem pessoas que não sabem ser boa companhia nem pra si próprio.
    Ficar sozinho, faz falta!
    As vezes, no deserto da nossa solidão encontramos muitas surpresas umas boas, outras ruins...talvez encarar isso, assuste!!!
    Tomar ciência das coisas, compromete!!!

    Lindo post, faz pensar!

    Que a luz da primavera nos faça sempre companhia...
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Também vejo um deserto nessa multidão que anda de um lado para outro, meio sem rumo, pensando nos próprios problemas.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  15. em certos momentos... o deserto da solidão nos faz ouvir a voz interior...
    nem sempre o que nos diz é bom.

    ResponderExcluir
  16. Esse deserto por vezes grita tanto que incomoda não é Sol? As vezes sinto falta do silêncio das companhias...

    Beijos na alma
    Layla Barlavento
    http://culpadowalter.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Depende do momento também.
    Às vezes o vento da noite nem sempre é o melhor companheiro.
    Um beijo, Solange!!

    ResponderExcluir
  18. Talvez seja a sensação que temos de que respirar ao lado de alguém alivie nossas almas ...
    Eu suspiro... e ainda me afogo...
    Oh vida...

    ResponderExcluir
  19. A solidão é o pior de todos os sentimentos, estejamos em casa ou na rua, quando´ela vem, é F... Bjus.

    http://contesta-acao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Às vezes temos de nos decantar na nossa própria solidão, para que o depósito morto que fará sempre parte de nós regresse ao fundo e deixe de turvar as águas da nossa alma, só porque alguém em quem acreditámos mexeu connosco e nos perturbou. Como um vinho do porto especial que com o tempo clareará ficando rubi e libertará todos os aromas que se encontravam escondidos e guardados para quem sabe, assim como o fruto amadurecido que pacientemente espera para ser colhido por quem o merece, assim a Solange voltará, como todos nós, a querer ir com as aves e arder nas manhãs em que o sol se demora nos olhos e na boca de quem ama. Assim será, e todos nós sabemos disso.

    Beijo na alma e no coração.

    ResponderExcluir
  21. ... e todas as solidões se juntam porque o pior de tudo é a sensação de serem únicas.

    ResponderExcluir
  22. Pois ao contrário, eu adoro minha solidão, existe uma diferença entre estar só e sentir-se solitária. Minha solidão é rica de nuances que só eu consigo pintar. Lindo verso Solange, conciso, poético, reflexivo e apaixonante !!! Beijos.

    ResponderExcluir
  23. tão pequeno e tão lindo *-* adorei.

    blog perfeito.
    um beijo

    ResponderExcluir
  24. Estar na rua de noite é uma das coisas mais prazerosas que existe, ainda mais aqui em São Paulo, e melhor ainda se for com boa companhia, seja um amigo ou vários ou uma companhia feminina.
    Beijos

    ResponderExcluir
  25. solidão às vezes inevitavelmente...
    solitude sempre, tentando ser minha melhor amiga!
    abraços!!!

    ResponderExcluir
  26. A solidão é uma incognita ... podemos estar em meio a uma multidão, mas continuamos nos sentindo sós ...
    Bjus

    ResponderExcluir
  27. Já viu aquele filme Encontros e Desencontros da Silvia Coppola? Fala disso, mto bom.

    ResponderExcluir
  28. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  29. Querem deambular pela meio da multidão
    com medo do deserto da solidão.
    Ainda que em vão.

    Desejo-te um feliz fim-de-semana Solange,
    CR/de

    ResponderExcluir
  30. Realmente a solidão dói demais! saudades.

    ResponderExcluir