sexta-feira, 20 de novembro de 2009

amor encabulado

Todo mundo já teve um amor não declarado
Desses de flerte delicado
e desejo açucarado.

Mas o meu anda tão desencontrado
Que talvez tivesse sido melhor tê-lo domado
Prá que o meu coração não vivesse apertado
Querendo estar pleno desse amor tão esperado.

E às vezes acho que esse amor encabulado
É só um jeito inconfessado
De pedir teu carinho emprestado
E mais um bocado de sonhos prá viver...

35 comentários:

  1. Lindo 2.
    Meigo
    Atual
    Muito gostoso de ler

    Bjos menina.

    ResponderExcluir
  2. Talvez o teu amor quisesse ser um amor declaro (realmente)...

    Fique com Deus, menina Solange Maia.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Lembrou - me os meus amores encabulados! rs
    Lindo!

    ResponderExcluir
  4. Lindíssimo !!!!!!!!!!

    "Se tiver que amar, ame hoje.
    Se tiver que sorrir, sorria hoje.
    Se tiver que chorar, chore hoje.
    O ontem já se foi e o amanha talvez não venha".

    (André Luiz/Chico Xavier)

    Abraços, um lindo final de semana com muito amor e carinho.

    ResponderExcluir
  5. O amor encabulado nada mais é que o prefácio do amor declarado, com o coração "rasgado" não de dor, mas pela impossibilidade de conter tanto em seu interior...é a gestação da implosão que nos acorda para as alegrias.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  6. Ah, Solange...

    mais sonhos para viver!!! é o que pedimos sempre!

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. ...hummm, que Lindos versos

    esse amor encabulado com vontade de ser declarado...

    Deixe que os olhos declarem o vai na alma.

    Beijos e otimo fim de semana, com tudo de bom que desejares, inclusive um Tempo declarado, lógico.

    ResponderExcluir
  8. Sempre sonhos, lindos sonhos precisamos!beijos,chica

    ResponderExcluir
  9. ' Ain q lindxos versos, amei^^
    bjoo's no ♥

    :D

    ResponderExcluir
  10. Que lindo. amei teu blog...
    estarei te seguindo.
    Bjos no coração

    ResponderExcluir
  11. Amores platônicos... Quem nunca teve. Bjus.

    http://submundosemmim.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Solange

    Lindo, sonoro e muito verdadeiro!

    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Te desejo muitos mais sonhos pra viver :)

    ResponderExcluir
  14. nuss q lindo. falou uma grande verdade, um grande momento meu.

    bjosss...

    ResponderExcluir
  15. Só mesmo um amor encabulado
    Para inspirar um poema
    Tão delicado

    ResponderExcluir
  16. Olá, Solange!

    Que belo poema!

    Gostei muito deste teu blog e do blog da tua filhinha Bebela também!

    Uma beijoca,

    Neli

    ResponderExcluir
  17. Solange,

    fiquei tão feliz com seus aplausos,
    que vim convidá-la a reler o poema
    "Não era pra contar".

    Só agora consegui formatá-lo
    exatamente como o havia concebido.

    Um beijo
    e MUITO OBRIGADA pela admiração!
    É recíproca!

    ResponderExcluir
  18. Você mesma lembra, no texto anterior, que "ganhar e perder são só o caminho" ?... rsrsrsrs
    Bjs!

    ResponderExcluir
  19. Eu sinto um amor encabulado...

    Um medo enorme de, bom, talvez ser ignorada/desprezada...vai ver é isto.

    Seus textos são lindos.

    ResponderExcluir
  20. Q doce esse blog.
    Adorei seu modo de escrever.
    Assim, já estou a seguir tb...rs

    É isso aí.

    Bjs e ótima semana.

    ResponderExcluir
  21. Amores Randônicos normalmente necessitam e precisam ser formatados por novas crenças... Já os Essênciais não, pq é a nossa Essência..Tmu Perfume, tem Anjo!!
    Encarregue-se o vento em dispersá-lo!!
    Tens Anjo, Solange!!

    Alôha, Beijos!

    Hod.

    ResponderExcluir
  22. Seu blog foi premiado com o Selo HiStO é HiStÓrIa.
    Vá buscá-lo em: http://osho-br.blogspot.com/
    Um abraço,
    Carlos Bayma

    ResponderExcluir
  23. é que querer, é verbo indefinido. e são tantos quereres, né?

    um beijo, minha querida!

    ResponderExcluir
  24. Transforme-o em amor declarado,escancarado.Parabéns.Beijos

    ResponderExcluir
  25. to vivendo um amor encabulado.. vergonha de contar a ele..rsrs

    ResponderExcluir
  26. E nós somos felizardos por lermos poema tão bem bolado, inteligente e criativo.

    Parabéns pelo lindo e interessante blog

    Poético abraço de Gilbamar.

    ResponderExcluir
  27. Oiê querida obrigada pela passagem em meu cantinho que é feito com todo carinho...
    BjOOoo!! e ótima semana pra vc.

    ResponderExcluir
  28. que lindo. sabe que sou uma mulher de muitos amores, alguns que viveram enclausurados no meu peito. outros que até hoje vez ou outra pulsam aqui dentro...

    sensibilidade é isso. amar e se entregar. até mesmo àqueles nunca correspondidos.

    beijo.

    ResponderExcluir
  29. Esse amor encabulado apesar de as vezes desencontrado, é uma delicia não é ? ... acharás a pitada certa de mantê-lo cheio de vida.. um grande beijo

    ResponderExcluir
  30. Será que o amor encabulado é o amor sem coragem? Por talvez não existir?! Por não ser correspondido?

    Quanto menos correspondido eu era mais eu escrevia rsrs Pelo menos pra alguma coisa servia.
    Beijos

    ResponderExcluir
  31. Que delicia de poema!
    Tão meigo e forte ao mesmo tempo.


    Quem não teve um amor assim?



    BeijOs

    ResponderExcluir