segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Jogar a toalha

Não.

Não estou sendo covarde.

Sinto mesmo que é hora de desistir, de tomar outra estrada, trilhar novos caminhos.

Seus olhos não são mais olhos, são um punhal, um segredo, uma falta.

E essa renúncia, mesmo sem parecer, tem exigido de mim muita bravura.


Desligamentos lentos e amores desbotados são vis. Prefiro as sentenças de palavras breves.

E algo novo. Só para variar.

Porque se hoje me acontece essa vontade de partir, é para poupar esse tanto de vida que tem se esvaído de nós.


E perder vida dói demais em mim,

mesmo quando parece ser só de raspão.


39 comentários:

  1. Novos caminhos trazem novas aventuras, novos sabores e paladares deliciosos.

    Sol sempre inovando com coração, coragem e muitas cores. Na visão de alma forte diz em poemas o que quer sentir.
    Enquanto isso para meu deleite foi te lendo.

    Beijos com muitas bençãos.

    Hod.

    ResponderExcluir
  2. Seguir em frente todos seguem, a vida não tem marcha ré e isso todos sabem... mas algumas pessoas vão adiante sem enxergar nada a sua frente, é que mantêm seus olhos pendurados nas costas pra continuar enxergando somente o que passou....

    É preciso perseguir o adiante e sentir com tudo - pele , ossos e músculos. O instante é visceral . A vida é no agora e o meu agora tá lá na frente…

    … é pra lá que eu vou.

    …Erikah Azzevedo…

    Mesmo deixando pedaços de nós pelos caminhos, as vezes partir é a melhor maneira que encontramos pra continuarmos inteiros.

    Um carinho q te dê força!

    Erikah

    ResponderExcluir
  3. Lindos e tristes teus versos! Senntir que estamos perdendo a vida, perdendo a chance de viver nos machuca.

    Nessa hora,é o tempo de repensar! beijos,tudo de bom e lindo dia!chica

    ResponderExcluir
  4. "Seus olhos não são mais olhos, são um punhal, um segredo, uma falta."
    Só este verso bastaria, lindo!!

    ResponderExcluir
  5. Como diz o poeta?
    Aquele tão conhecido?

    " O poeta consegue fingir que é dor... a dor que realmente sente"

    E mais não digo, saio em silêncio.
    Um beijo.
    Rolando

    ResponderExcluir
  6. Quanto amor e quanto dor nas suas palavras, Solange... A vida é isso mesmo, sim e não, chegada e partida, possibilidades infinitas de transformação... Parabéns pelo lindo texto, parabéns mesmo!
    Abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  7. Perder vida é por demais doloroso!
    E sempre que possível devemos renovar nossos passos... São novas esperanças, dias melhores!
    Beijos, flor :*

    ResponderExcluir
  8. Caramba..suas palavras...hoje não vou comentar...
    Sei lá...sem palavras...

    ResponderExcluir
  9. As mudanças são invitaveis e o sofrimento opcional,cansei de ouvir isso.
    Sei q as mudanças são necessárias quando ñ se tem mais condição de continuar,mas a dor,essa a gente leva até q o tempo cure.
    Um lindo dia.
    Beijokas.

    ResponderExcluir
  10. Mas quando escapamos da morte, acabamos dando mais valor as coisas importantes da nossa vida...

    Fique com Deus, menina Solange Maia.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  11. Solange,

    Trilhar novos caminhos é essencial para o amadurecimento e sobrevivência do ser humano, faz parte e é uma necessidade.
    bj!

    ResponderExcluir
  12. "E perder vida dói demais em mim,
    mesmo quando parece ser só de raspão."

    LINDO!

    ResponderExcluir
  13. Quando vais embora, há uma sonata
    De bandolim tocando em serenata
    Se o coração que fica ainda te ama...
    Quando tu partes teu sorriso fica
    E tudo aquilo que é teu se estratifica.

    Também se perde vida, procurando novos rumos!

    Tácito

    ResponderExcluir
  14. Oi Solange
    Nas perdas de amor e de vida, necessário é recuparar forças , virar a página e nao ficar escrevendo em branco.
    "Jogar a toalha", expressão que nao pode e nem deve ser de perdedor e sim de luta ! por mais caminhos !
    Gostei . Vou linkar senao me perco e nao posso , voce é ótima!rs
    abraços

    ResponderExcluir
  15. " E quando se for, você dirá com jeito forte:
    - Seja feliz! eu te desejo muito sorte...
    E eu levarei mais essa dor no coração".

    Beijos menina linda, muito linda, no sentido mais profundo da palavra, LINDA.

    ResponderExcluir
  16. Ah querida e eu prefiro os desligamentos lentos, o sair devagarinho... neles eu sofro menos.

    Bjs
    Mah

    ResponderExcluir
  17. estou escondida nas palavras deste teu poema..
    bjs. Sol

    ResponderExcluir
  18. Sofrido... mas lindo. Como me identifico... hora de não persistir mais no que já terminou faz tempo... e trilhar um novo rumo! :) Bjo

    ResponderExcluir
  19. Certos finais são recomeços e nada melhor que sentir o cheiro de vida nova num novo amor de cores fortes.

    Beijo imenso, menina linda.

    Rebeca

    -

    ResponderExcluir
  20. ...quando algo termina, outro algo está para vir, Acontecer...A vida as vezes dói, igual raspão na pele...

    Beijos menina Linda!

    Luz e Paz em teu caminho!

    ResponderExcluir
  21. nossa amiga, isso faz chorar.

    bjosss...

    ResponderExcluir
  22. Jogar a toalha é uma atitude muito séria...Ao mesmo tempo faz com que a vida tome um rumo diferente e mudar sempre é bom!
    Sorte no novo caminho!

    ResponderExcluir
  23. Um "Adeus" e um novo seja "Bem-vinda"!

    ResponderExcluir
  24. "E perder vida dói demais em mim,
    mesmo quando parece ser só de raspão."
    LINDO, LINDO E LINDO!
    Parabéns, tudo lindo aqui. Beios

    ResponderExcluir
  25. Gostei muito deste texto!
    beijo, linda semana

    ResponderExcluir
  26. Eu adorei seu texto, muito perfeito ficou.
    ... Sem duvidas,
    Amei, Beijos

    ResponderExcluir
  27. Já publiquei no doce de lira
    um haikai intitulado "Au revoir":

    eis uma lição
    bem difícil: abrir mão
    é um exercício

    Dói... mas passa!
    Um abraço, querida!

    ResponderExcluir
  28. ai... perder vida tb tem doído demais em mim... mesmo e raspão...!!! urrrrrrrrrgggggggggggg

    ResponderExcluir
  29. "O correr da vida embrulha tudo.
    A vida é assim: esquenta e esfria,
    aperta e daí afrouxa,
    sossega e depois desinquieta.
    O que ela quer da gente é coragem."
    simplesmente Guimarães Rosa

    beijos cheios de carino ;)

    ResponderExcluir
  30. Olá Solange! Cheguei aqui através de amigas em comum, como a Pétala e tbm a Pérola.
    Falando sobre seu belo texto, sim, fazer mudanças em nossas vidas exigem coragem e não covardia. Pois, para mim, covardia não gera mudança e sim, esconde o medo da mudança.
    Parabéns pelo exuberante blog. Faça-me uma visitinha qnd puder.
    Abraço,
    *Bela.

    ResponderExcluir
  31. O final de alguma coisa, nós leva a um início de outra fase. O fim anda de mãos dadas com o início. E assim vivemos...terminando e começando novas etapas.
    Gostei muito dos teus versos, teu blog é muito legal!
    Um abraço

    ResponderExcluir
  32. O processo de separação é sempre complicado e traumatizantes... Tem texto novo no Sub Mundo. Bjus.

    http://submundosemmim.blogspot.com

    ResponderExcluir
  33. Tantas vezes nos percebemos perdendo a vida depois de tê-la tido em toda a sua abundância. Dói a renúncia, no entanto dói ainda mais ver agonizar aos poucos algo que já foi pleno em energias.

    Lindo o texto ;D

    ResponderExcluir
  34. Sei de uma coisa Solange...novidades me assunstam. mas pra jogar a toalha penso muito pois é retroceder demais!!
    beijo grande !

    ResponderExcluir
  35. A vida é cheia de idas e vindas; perdas e ganhos.
    Um coração, uma cabeça com positivismo vencerá.
    Bjim!

    ResponderExcluir
  36. 100% de acordo Solange, perder vida só e apenas quando tivermos que deixar esta para viver uma outra onde ninguém nos vê, escuta e manda parar. Solta a toalha e deixa que a vida te dê razões para ser feliz.

    Beijokas ....cheira bem por aqui!!..será a eucalipto??...ahhahaha.....tenho a certeza, o meu faro nunca falha....rsrrsrs...

    ResponderExcluir
  37. As vezes precisamos saber a hora de recomeçar. Mas nos convencer disso, que é a maior dificuldade.
    Beijos

    ResponderExcluir
  38. Sol

    Acredito que as vezes a maior coragem que podemos ter na vida é desistir de algo que já não nos faz feliz.
    É preciso ser muito corajosa pra seguir em frente e partir!A vida já é muito curta por si só, não precisamos dar mais ajuda pra ela chegar ao fim...


    Milhões de beijos

    ResponderExcluir
  39. Tem uma musica que diz que nem sempre desistir é sinal de fraqueza...

    ResponderExcluir