terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

do amor...

Já amei bonito.

Já amei para sempre.

Já amei a ponto de dilatar o querer.

É.

O amor é indiscreto.

Se esconde nos olhos,

mas depois todo o corpo o denuncia.

.

O amor tem sido assim, que nem tempo bom, céu azul com vento.

E acontece que dura dentro de mim.

Mesmo depois que vai embora.

E aí então, só resta ir aprendendo a desacostumar.

.

25 comentários:

  1. Por isso é que gosto de distribuir o amor ... Nunca falta quem amar ...

    ResponderExcluir
  2. O amor é bem assim...
    Chega suave como a brisa.
    Aquece como o sol...
    E depois quase sempre gela o coração como a neve.
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  3. A gente se acostuma até desaprender de gostar.
    O importante é não deixar passar.
    bj
    Rossana

    ResponderExcluir
  4. ...desacostumar do amor, minha linda?

    nananinanãooooooooooooo!

    o amor deve ser fogo contínuo
    dentro de nós!

    bjs, moça dos olhos lindos!

    ResponderExcluir
  5. Solange,
    A suavidade da sua escrita mexe comigo.

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  6. Affffffffff q coisa lindaaaa
    ola lindonaaaa
    Primeira vez aqui.... Vou acompanhar o seu blog por isso acabou de ganhar uma nova seguidoraaaaaa!!!kkkkkkkkkkk
    Sentirei me honrada em contar com a sua presença lá no blog p me seguir tbm, lindonaaaaa.
    Eh que tbm amuuuu fazer amizades, ampliar o círculo de pessoas e esse troca troca de informações aki da blogosfera me encanta amiga.
    Parabéns pelo blog.
    Uma bjk no seu heart, Vanessa Ramos
    maquiagemehtudo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. A delicadeza de palavras faz renascer as esperanças.

    Uma abraço apertado no coração

    ResponderExcluir
  8. O amor é bem assim... Suave como uma flor,
    as vezes quente e macio e outras frio como gelo...
    Já amei de várias formas tb...
    Mas a que eu mais gosto é aquela que eu vivo AGORA: AMAR E SER AMADA... COMPARTILHADA!
    Bão dimais sô!

    bjo Sol

    ResponderExcluir
  9. É o amor que a gente leva dentro da gente, que volta e meia, encontra onde se acomodar. E quando o corpo pouso, parte, e amor segue com a gente.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Acha de se esconder na superfície vitrificada que tudo mostra, inda que sem querer...

    ResponderExcluir
  11. Amores nessa vida, são a nossa vida.

    ResponderExcluir
  12. Espero que continue a amar por toda a vida, pois a existência sem amor é algo que não faz sentido.

    ResponderExcluir
  13. Falaste tão bem desse sentimento tão lindo... o amor.. ah, o amor!!! xD


    "E acontece que dura dentro de mim.
    Mesmo depois que vai embora.
    E aí então, só resta ir aprendendo a desacostumar."

    -- Comigo é tbm do mesmo jeito.. será que é assim com todos nós??

    Adorei o post!! Perfeitooo!!

    Bjãooo

    ResponderExcluir
  14. Que o amor seja sempre assim, discreto, simples, ingênuo, mas que não nos faça desperceber sua existência!

    Beijos Sol* Saudades querida!

    ResponderExcluir
  15. Amor é realmente um processo de aprendizado. Também.

    ResponderExcluir
  16. E que o amor, volte e recomece... E que vá, mas volte novamente na intensidade do querer!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Pra mim é super dificil me acostumar com a ausência do amor! ;*

    ResponderExcluir
  18. Já me entreguei e extrai demais, não é mais possível dormir ou acordar sem lembrar.

    ResponderExcluir
  19. Sempre amamos de todas as formas e há sempre mais para se amar...
    Lindo...
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  20. Que coisa mais deliciosa de se ler.
    Esse desacostumar é doído, mas necessário para que o novo chegue e o ciclo recomece.
    AMEI!
    Beijo,
    Cinthya
    http://odivaadellas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Minha querida

    Passando para deixar o meu beijinho.

    Sonhadora

    ResponderExcluir
  22. Em mulheres sensíveis como você, o amor sempre é para sempre. E mil vezes é melhor ser assim. Pena de quem nunca amou ou se deixou amar.


    beijos

    ResponderExcluir
  23. desacostumar de um que não pode ter o final que desejávamos, para que um dia, um do tipo com o qual sonhamos nos alcance.

    eu creio.


    Lu OlhosdeMar

    ResponderExcluir