terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

dessas coisas da intimidade...

Já era madrugada, dessas abafadas de verão, quando ela disse a ele um sonoro  ‘obrigada”. Assim, simplesmente, meio fora de contexto.
É que ela sabia que ninguém nunca mais seria como ele.

Ninguém mais saberia escutar seus medos ou se dar a ela por inteiro. Ninguém nunca mais a amaria assim, no sentido empírico de amor, sem preparo nenhum, sem frases feitas ou cenários bonitos. Com ele o amor podia usar vestido de chita e ter os pés descalços, podia ser só boca, só mãos, só sexo, ou tudo isso misturado. Com ele mãos dadas eram sempre com os dedos entrelaçados, num jeito deles, como se assim dessem além das mãos, como se assim pudessem durar.

Ninguém mais sabia dizer a ela, a cada cinco segundos, e sem que perdesse a importância, que a amava.
Porque ele nem sabia, mas a fazia levitar, e assim ela entendia todas as coisas de intimidade.

“Obrigada”, ela disse, e ele não entendeu exatamente o quê ela estava agradecendo, mas olhou prá ela e sorriu.
Assim, simplesmente.
Porque era isso que ele era.
Um imenso sorriso... o melhor sorriso da vida dela.
.

18 comentários:

  1. muitas vezes as palavras são desnecessarias.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Há cumplicidades que t~em uma química muito própria...
    Um belo olhar sobre a questão, Solange!

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  3. Sol, que lindo isso.
    O sorriso dele, sinto eu, ter sido como um agradecer também.

    Beijos querida.

    ResponderExcluir
  4. E não há nada mais explícito no amor que um sorriso!
    Diz tudo... e o silêncio pode continuar!

    ResponderExcluir
  5. Porque um gesto simples, mesmo que mudo, nos diz muito mais do que mil palavras.

    No silêncio de um sorriso, tudo fica explícito.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Minha querida

    Como sempre ler-te é um prazer.


    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  7. Solange querida, delicioso texto, vc é mestre nesta arte.

    Beijão do seu amigo, ZC

    ResponderExcluir
  8. Solange,

    que bom você ter encontrado o seu sorriso.

    Não sabe como eu fico satisfeito.

    Nossa, parece até que é o meu de tanta alegria que transborda em mim.

    Sério!

    Abração carioca.

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    O blog “Vê se ri um pouco” entrará de recesso ate dia 31 de março, mas vc terá a oportunidade de publicar um texto SEU no meu blog, passa lá e dê uma olhada na última postagem, intitulada “Participem!!!”, pois lá estão as explicações de como ter o seu texto no Vê se ri um pouco, tanto no blog quanto no Face!

    Beijos
    Até mais

    ResponderExcluir
  10. Oie, como vai?

    Tem um selinho esperando por vc:

    http://marianapenna.blogspot.com/2012/02/selo-comemorativo-2-anos-do-blog.html

    Bjãooo e bom fds!!

    ResponderExcluir
  11. É muito importante ter uma companhia dessas... do tipo que você agradece de repente, apenas pelo simples prazer de reconhecer a importância dela em sua vida.

    Daniel

    ResponderExcluir
  12. bjs
    from Turkey
    boa tarde

    http://laracroft3.skynetblogs.be
    http://lunatic.skynetblogs.be

    ResponderExcluir
  13. Apaixonante!!! Bom te ler e te descobrir por entre
    palavras...Bjo grande amada.

    ResponderExcluir
  14. Sol,
    Qd a pele e alma se conectam não mais o que fazer. Permita!
    Beijos
    Fer.

    ResponderExcluir