quarta-feira, 24 de novembro de 2010

das nuvens que eu vejo...

Sento sozinha como nunca fiz antes, mas meu silêncio não me desampara.

Há um quase desconforto, e para consertar acabo me deitando.

Olho as nuvens enquanto na verdade observo a mim própria.

Cansei de levar o caos no peito.

.

Hoje não quero explicações.

Quero só existir.

E por isso começo a entender que você não vem.

Não importa. É a mim que aguardo.

Pela primeira vez.

.

Tudo aqui dentro resolveu se transformar.

Meus sonhos e desencantos.

Mas resta um branco bom, como a nuvem de açúcar de confeiteiro que vejo lá no alto.

Sinto então a chance de um recomeço...

.

É... tem muita coisa acontecendo em mim.

34 comentários:

  1. Gosto de observar as nuvens e as formas que elas brincam no céu.

    As nuvens falam tanto de nós....

    Beijos linda!^^

    ResponderExcluir
  2. Quando as coisas acontecem dentro de nós há sempre a expectativa do melhor...

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  3. É... tem muita coisa acontecendo em mim."

    e em mim também

    Belo texto!

    :)

    ResponderExcluir
  4. E que aconteçam coisas muito boas pra ti amiga.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. A consciência das coisas acontecendo é mais importante do que as coisas em si... Só a consciência gera realidade...
    Como sempre, perfeita com as palavras.
    Saudades de vc.
    Beijokas.

    ResponderExcluir
  6. Tudo de bom Sol pra vc é sempre bom coisas boas acontecendo...
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Realmente quando passamos a nos perceber mais nos deparamos com nossas mudanças. Na verdade, nunca deixou de acontecer, mas por olharmos tanto para o outro não percebemos as boas,contudo percebemos sim que estamos mudando..
    Adoro seu blog!!!
    ABraço-te com carinho!

    ResponderExcluir
  8. o silêncio sempre estar por perto, mesmo que delicadamente falastram

    ResponderExcluir
  9. Uauuu!!!amiga que poema doceeeee...!!quanta suavidade nas palavras...ameiii!!!então amiga vc. viu que HOMEM...!!!agora eu pergunto amiga será que existe aquele HOMEM GOSTOSO...kkkkkkkk!!!beijos queridaaa!!

    ResponderExcluir
  10. Quando era menina, via figuras várias nas nuvens, sabe?

    Espero que seu futuro seja feliz,

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  11. tem algo acontecendo em mim tbém... será que é a mesma coisa?

    ResponderExcluir
  12. Valeu a pena entrar.

    Momentos que enfrentamos, num reflexo de nuvens, para entrarmos e entendermos melhor o eu.

    fico fã.

    bj

    ResponderExcluir
  13. Desde criança eu brincava com as nuvens ai como é bom sonhar, imaginar, amar, e eu amo vc!

    ResponderExcluir
  14. A nuvém do céu se transforma. Umas vezes vejo um Carneiro outras um coração, outras ainda em forma de saudade e outras em forma de vontade...
    Se não vem, nunca estamos esperando, pois nessa ambiguidade, tem sempre um dia que queremos quem queremos...
    Se não vem... Vai TU, nunca sabes o que encontras na brincadeira das nuvéns do céu!!!

    Beijos Sô

    ResponderExcluir
  15. ...só quem está em paz consigo mesmo
    consegue olhar nuvens e suas formas.

    que este seu momento zen lhe seja
    companheiro pelos caminhos a trilhar!

    beijos, lindeza!

    ResponderExcluir
  16. Às vezes, podemos seguir aquela canção do Zeca:"deixa a vida me levar..."e não preocuparmos com "piu niente"!!!
    bjão

    ResponderExcluir
  17. Você é a melhor companhia para você...e ninguém mais...


    beijossssssssssss...te amo!!

    Bi

    ResponderExcluir
  18. tenho acompanhado as suas doces palavras ja faz um tempo! Você tem uma alma encantadora...Um grande braço.
    Sandra.

    ResponderExcluir
  19. Passo meus dias escrevendo e lendo novos autores entre blogs e Recando das Letras. Poucos poetas são bons como você. Meu abraço. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  20. qUANDO ERA CRIANCA BRINCAVA DE IMAGINAR FORMAS NAS NUVENS...

    ResponderExcluir
  21. Um momento profundamente mágico, esta transformação, esta inquietação q por veses deixa-nos assim, sem saber o q está acontecendo, uma bela postagem, um inteligente texto, pra vc bjos, bjos e bjosssssssssssss

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. tenho copiado algumas poesias tuas e colocado em meu blog. coisasdtati.blogspot.com
    tudo bem?

    estou em um recomeço...descobrindo novos novos caminhos
    gosto de olhar as estrelas para encontrar caminhos

    ResponderExcluir
  24. Preciso, e muito breve, me livrar do caos que se instalou em mim.
    Preciso mesmo, me esvaziar.

    Beijo

    ResponderExcluir
  25. Solange, postei um trechinho teu no meu twitter, mas te dei os devidos créditos =]

    Um beijo, Clara

    ResponderExcluir
  26. Ahhh, o link :D

    http://twitter.com/____MariaClara

    ResponderExcluir
  27. Oi
    não sei se os sentimentos nesse post são reais, mals quase me descreveram...
    Achei tão lindo, ás vezes a gente se lembra que no fundo precisa é da gente mesma.

    um abraço

    ResponderExcluir
  28. Bonito, mas penso que algmas mudanças sejam mais bem vindas que outras, principalmente aquelas que deixam o coração mais leve...

    Fique com Deus, menina Solange Maia.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  29. As nuvens dentro de nossas lembranças crescem como os suspiros que habitam nossa infância...as claras iam se avolumando sob a experiência da mão da doceira que magicamente adicionava o açúcar...como chuva fina...como neve em nosso país tropical...mais tarde era só prazer derretendo no céu da boca.

    ResponderExcluir