domingo, 1 de janeiro de 2012

premissa para o novo ano...

O amor quer ser acolhido.
Finalmente reconheço.
Mas a coisa não é tão fácil assim.

O amor faz fila dentro da gente, querendo ser sentido, mas a gente disfarça, muda o foco, pula essa parte... porque amar nos torna absurdamente vulneráveis, e pode ser um erro se não for correspondido, e durar pouco e deixar a gente arrebentada depois, pode ser só tesão disfarçado, desse que quebra fácil, ou pode ser uma invenção bonita da nossa cabeça...
O fato é que a gente racionaliza o amor.
E assim ele dificilmente acontece.
Tão obvio e tão dubitável.

Porque o amor precisa de abrigo.
Quer ser protegido.
Começo o ano, então, com uma premissa :
O amor precisa de um crédito.
.

16 comentários:

  1. Sol, que lindo!
    Que saudades de ler vc... o eco de mim, muitas vezes.

    Desejo Feliz Ano Todo, pra ti e pra Bebela!

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  2. Feliz Ano Novo, com muita saúde e muita paz.
    Um beijo
    Denise

    ResponderExcluir
  3. Um único crédito não, mas váaaaaarios!!! :-)
    Um delicioso ano pra ti minha querida!
    Bbbbju gde

    ResponderExcluir
  4. Amar pode tornar-nos vulneráveis... mas até essa vulnerabilidade é deliciosa!

    Que em 2012 possas concretizar muitos dos teus projectos e que ele venha bem menos farrusco do que o pintam.
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  5. Boa noite, Solange. Muito bom ler você. Amei esse seu expressar sobre o amor.
    Ele pode confundir-se com tantos sentimentos, que pensamos ser ele.
    Concordo que temos de dar crédito à ele, mas como diz a música "REGRA TRÊS", "o amor também cansa de perdoar"!
    Excelente poema.
    Um beijo na alma!

    ResponderExcluir
  6. ...eu penso que somos nós
    que precisamos receber um
    crédito do amor.

    pois ele simplesmente é,
    e não escolhe corações.

    bj imenso, alma linda!

    ResponderExcluir
  7. Hola tienes un magnífico espacio el tuyo,
    ¡¡feliz año 2012!!,
    si te gusta la poesía te invito a mis espacios.
    un abrazo.

    ResponderExcluir
  8. "O amor faz fila dentro da gente, querendo ser sentido, mas a gente disfarça, muda o foco, pula essa parte... porque amar nos torna absurdamente vulneráveis"


    Lindo, lindo lindo!!!!!! E por isso amar dah medo...

    Perfeito este post Solange, sem palavras!!

    Beijos e um ano de 2012 com coragem para dar credito no amor!!

    Nana Andrade

    ResponderExcluir
  9. Gostei tanto, mas tanto que vou recomendar a leitura nas minhas demais redes socias.

    ResponderExcluir
  10. Oi Solange. Um Execelente 2012 para você e todos os seus! É muito bom poder ler seus textos novamente.

    Grande Beijo.

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bom?
    Queria te convidar pra acessar um novo blog. Inclusive tua amiga já comenta aqui sempre.
    O Cercadinho é o nome dele. O porquê do nome? Entra lá e descobre, assim como ela. rsrsrs
    Aliás, já tem continuação da história em capítulos "Sem destino".
    Segue o link que já te direcionará direto pra lá:
    http://o-cercadinho.blogspot.com/search/label/%23%20Hist%C3%B3rias%20em%20cap%C3%ADtulos
    Dá uma olhada e veja o que tu acha.
    Ahhh, e recomenda pras tuas amigas também. O ideal é que todo mundo interaja entre blogs e comente.
    Conto contigo lá, ok? Assim como entrarei assiduamente aqui também.
    Beijos,
    Wanderlei
    www.o-cercadinho.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Lindo Solange.
    O amor é a vontade. Sol das horas escuras.
    Ano novo junto com o velho amor.

    Abraços

    ResponderExcluir
  13. Um lindo 2012 pra você, Solange!
    Com todas as alegrias e doçuras que a gente merece!!! ;)

    Beijo!

    ResponderExcluir
  14. lindo,lindo,perfeito....
    Feliz 2012!!!!
    ***San***

    ResponderExcluir