sábado, 11 de setembro de 2010

do divã...

eu estava feliz.

e dando risadas plenas.

um dia de céu azul faz um bem danado.

.

mas, de repente, sinto um pequeno vão.

um vazio do lado de dentro.

e que aumenta em questão de segundos,

até que sinto uma tristeza tão perto, e parece que estou tão longe...

uma dor sem nome,

acho então,

que é um tipo de solidão...

35 comentários:

  1. A confusão que se faz às vezes dentro da gente...
    Beijos, adorei o texto!

    ResponderExcluir
  2. Essa sensação de nao saber ao certo o que sentir, a mudança de sentimentos constantes nos causa tanta insegurança né?

    beijo grande!!

    ResponderExcluir
  3. Se não tá bom...
    também passa!

    Sol, desejo - lhe o melhor de todos os dias!

    Um beijo Querida.

    ResponderExcluir
  4. Vez em quando todos nos sentimos assim... mas passa.
    Depois da tempestade, há sempre um lindo arco-íris.
    BjO*

    ResponderExcluir
  5. Hummm...solidão é ruim. Por um lado. Por outro aspecto, é bom refletir. Olhar para dentro de nós, e fazermos aquela conversa: Eu p/ Mim.

    Geralmente, estas reflexões, estes diálogos saem grandes composições.

    Bjos

    ResponderExcluir
  6. É solidão sim Sol. E apesar do nome ela nunca vem só. Sempre traz consigo nossos fantasmas...

    Beijos na alma!
    Layla Barlavento
    culpadowalter.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. PQP....este é um de nossos problemas....ou soluções:pensamos demais....e seres pensantes são assim mesmo....há sempre um conflitozinho em nossos cérebros e em nossos corações...
    Sempre que me sinto sozinha, sei que estou bem acompanhada:ESTOU COMIGO!
    Te amo, sua linda!

    Bi

    ResponderExcluir
  8. Esqueceu-se, porventura, de levar consigo um pedacinho de céu azul...

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  9. as vezes me sinto assim também..
    o dia lá fora, e eu aqui dentro.
    bjs.Sol

    ResponderExcluir
  10. EStou com esse vão do tamanho do mundo dentro de mim... Está tudo misturado dentro de mim: saudade, confusão, amor, medo... mas o que mais domina dentro de mim é o medo...
    Um medo que não consigo dominar mais... Um medo de saber que estou perdendo cada dia um pouco mais, quem mais amo...

    Bjão

    ResponderExcluir
  11. As coisas vão mudando tão rapidamente....
    Como um simples e lindo dia de sol, pode ficar nublado!
    Beijos, saudades daqui*

    ResponderExcluir
  12. eita, você sempre encontra as palavras exatas, perfeitas em sentidos e emoções... lindo... e como dói esse vão dentro da gente... dói e assusta...

    PS: Li seu comentário em meu post ontem, muito obrigada, muito obrigada do tamanho do infinito, pelo carinho e amizade... vou deixar aqui meu msn... caso queira me add... aí a gente prosea... fone é muito bom... mas é caro demais.... risos.... eusouumafenix@hotmail.com

    beijos em seu lindo coração1
    bom domingo!

    ResponderExcluir
  13. Esta dor que vem sem nome, é dor de poeta.

    Sofremos por sentir demais.

    beijos, querida.

    ResponderExcluir
  14. Eu tbm vezenquando me sinto assim.

    depois, passa!

    E que bom, que passa...

    Solange, você é muito querida!!!!

    Um abraço meu!

    ResponderExcluir
  15. Solidão, as vezes é bom. Nos faz pensar em muitas coisas.
    bjs

    ResponderExcluir
  16. WOOOOOOOOOOOOOOOOHUUUUUUUUUUUUUUUUUUU,ENTÃO.....não estoy com nenhum incurável mal,diante desse aussi sentir teu,minina amada de cardíaco nuestro!tão somente a interior solidão,até acontece,de braços com amores sentidos de cada um de nós, percebe?????
    te amu minina querida dessa lôka e gostosa globosferaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!
    smaaackkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  17. ' Own Solange, tão ruim se sentir assim não é?!
    Mais é a vida, asvezes estamos bem e outras...
    Obg pela vista ao meu blog^^
    bjoo's no ♥

    Josy*

    ResponderExcluir
  18. Olá Solange!

    Conheci-a na casa do Ricardo Calmon.
    Posso ajudar na sua solidão?
    Sei que sim!

    "A pior solidão é não ter amizades verdadeiras." (Francis Bacon)

    Beijinhos
    Ná - Na casa do Rau

    ResponderExcluir
  19. mais um post incrivel. voce escreve tão bem... é tão lindo :)

    espero que passe logo. beijo

    ResponderExcluir
  20. Olá!

    Belíssimo blog, palavras, sentimentos, tons...

    Tive a sensação, ao entrar aqui, de encontrar um lado meu que não via a muito tempo...

    Cheiros de eucalipto na alma!

    ResponderExcluir
  21. Alguém disse que há somente momentos felizes...
    Felicidade plena, forever, never!
    Com carinho,

    ResponderExcluir
  22. Oi querida Solange!

    Passei pra agradecer pela mensagem de carinho, deixada lá no Desnudo...
    Correu tudo bem na cirurgia, graças a Deus e, já estou de volta a todo vapor, para em pentelhar todos outra vez..kkk

    Bjs Linda e, um lindo começo de semana pra você, livre da solidão e, pensa sempre que os amigos compensa essa solidão. que as vezes bate...


    MARCIO RJ

    ResponderExcluir
  23. Eu diria que isto é saudade...

    Fique com Deus, menina Solange.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  24. sinto isso também...amiga.


    abraços
    de luz e paz

    ResponderExcluir
  25. Ah, que coisa linda... entendo bem dessa dor. Mas, sabe, todos nós que temos essa ligação com a arte de escrever sentimos isso mais forte que os outros. Exatamente para que possamos transformar em poesia, assim linda como esta!

    ResponderExcluir
  26. Solidão faz parte de nossa realidade mas não podemos viver apenas com ela, paz.
    Beijo Lisette

    ResponderExcluir
  27. São aqueles momentos em que sabemos que o mundo não é só risada, que a violência mora ao lado, esperando uma casualidade. Que o destino corre enquanto a gente anda, e nesse momento me sinto tão impotente, ao mesmo tempo consciente que estamos nesse mundo só mesmo para observar e agradecer pelas coisas lindas que existem nele e que de vez em quando podemos usufruir.

    ResponderExcluir
  28. Solange
    Sentir-se "feliz" é uma escolha e saber aproveitar momentos de solidão que nos apertam o gogó é uma arte! Relaxa e olha pros lados.

    Beijão
    Anne

    ResponderExcluir
  29. Sol,
    esse aprendizado constante e profundo de se estar só consigo mesma, é o q nos agiganta!
    perfeito!
    beijos

    ResponderExcluir
  30. Foi das mais belas imagem de solidão que me foi dado ler.
    Belo o poema e maravilhoso o pensamento.

    ResponderExcluir
  31. Sim, Solange. É essa ausência que nos dói, esse barco que partiu de nós. Quando regressa, ancora subitamente no meio da festa ou desliza silenciosamente no olhar à nossa fente. Como se quisesse mostrar a bandeira da solidão de não termos partido nele. Por isso, só nós o podemos avistar no meio da multidão que nos rodeia.

    Beijo terno nesse coração sensível.

    ResponderExcluir
  32. Sol vc me surpreende a cada dia! Suas palavras estão cada vez mais profundas, mais verdadeiras, mais humanas, mais sensíveis, mais mais!
    Adoro vir aqui e devorar teus posts.
    beijos

    ResponderExcluir
  33. Impressionante! Vir aqui é um mergulho nas profundezas. A solidão é necessária para colocar ego a serviço da alma.
    Lindo! Montão de bjs e abraços

    ResponderExcluir
  34. Solange..adorei este post sobre a solidão...
    certa vez escrevi um poesia que falava justamente da solidão..

    http://afetoseofertas.blogspot.com/2010/04/solidao-e-medo-que-medo.html?spref=tw

    se tiver curiosidade e tempo leia lá qualquer dia...

    bjs com carinho

    Nana Andrade

    ResponderExcluir