sábado, 4 de setembro de 2010

do que só a ventania pode nos dar...

De vez em quando a gente seca... e por estar assim, acha escassez em tudo, acha até que a vida anda um tanto sem graça, que os fios disponíveis para tecer o dia não tem mais as mesmas cores de antes...

Mas a vida, ardilosa que é, manda um vento forte, que bate na cesta dos velhos fios e os lança longe... e, milagrosamente, eles caem no chão numa harmonia nunca antes observada.

E é ali, no barro seco, que as cores que eram foscas, passam a ter uma luz diferente....

.

.

E se sou filha de tecelão,

se aprendi desde cedo a tirar as impurezas do algodão para poder

fiá-lo, sei também juntar os pedaços, expandir, criar, dar novas perspectivas às mesmas cores...

.

E com fios sutis ando tecendo meus novos caminhos,

porque hoje acordei mais leve, e mais feliz, e bem mais ensolarada...

.

.

.

* Fotografia de Filipa – O Tecelão (site Olhares)

20 comentários:

  1. ...que bom sabê-la mais leve!

    beijo, lindeza!

    ResponderExcluir
  2. uma rajada, um tufão de luz para ti


    beijo

    ResponderExcluir
  3. Então mais beijos de fios coloridos pra você que me é tão, tão, tão querida!!!

    ResponderExcluir
  4. Eu não consegui encontrar outro jeito de definir isso melhor do que você e esses fios.
    Muito soberbo, muito viciral.

    ResponderExcluir
  5. Tão bom isso, Sol. Tão bom sentir a leveza da tua palavra! Fica bem!

    ResponderExcluir
  6. Hum...maravilha.

    abraços
    de luz e paz

    Hugo

    ResponderExcluir
  7. Que maravilha encontrá-la "bem mais ensolarada..." Os raios que nos iluminam, que nos enche de beleza, de ensinamentos, que falam por nós! Vir aqui é receber o calor e luz do sol de "Solange"!
    bj

    ResponderExcluir
  8. Delicadamente, pacientemente-como é próprio de quem é autêntica em todas as horas-a Solange continua tecendo com os fios do seu coração as toalhas que a ponto luz bordará. Nelas colocará-como sempre-generosamente, os seus frutos mais belos. À volta dela estaremos. Como se uma luz doce nos iluminasse.


    Receei que não voltasse. Beijo terno.

    ResponderExcluir
  9. Bonito, mas as vezes o que difere é simples forma de como olhamos a nossa vida...

    E como está o projeto do livro?

    Fique com Deus, menina Solange Maia.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  10. que bom..eu também estou assim hoje.
    bjs.Sol

    ResponderExcluir
  11. Lindo e belo. O vento nos leva a vários lugares.


    Hoje venho retribuir os doces momentos que juntos passamos.
    Obrigada por vir me visitar. Sei que ando um pouco ausente. Mas não é por vontade própria. Apenas tenho muito trabalho. Antes estava em casa,mas agora retornei ao trabalho e tudo fica mais dificil. Sobra realmente pouco tempo.
    Mas sempre estarei vindo.
    A nossa amizade é muito forte. Aquilo que cativamos, jamais perdemos.
    Temos que estar sempre regando para não morrer.
    Obrigada pelo seu carinho, pela sua amizade. Adoro você..

    Deixo um lindo pensamento para você!!!
    "Nunca desvalorize ninguém...
    Guarde cada pessoa perto do seu coração, porque um dia você pode acordar e perceber que perdeu um diamante enquanto estava muito ocupado colecionando pedras."
    Carinhosamente,
    Sandra

    ResponderExcluir
  12. Querida Solange!
    Que bom vê-la despertando-se novamente!
    Como boa tecelã, inove, faça novos usos de seus fios coloridos e construa um lindo balão multicolorido. Insufle-o com os novos ares que arejam seus dias e com os supiros de alívio que enchem seu coração! Pegue a mãozinha de sua companheira de viagem, Bebela, aperte firme e voe bem alto!!!
    Lá de cima você vai poder ver como a vida pode ser bela! É só tecer de forma diversa. Beijos e seja bem vinda à vida!!!

    ResponderExcluir
  13. Oi querida...
    Solange, deixei mais um selinho para seu blog...SELO BLOG VERSATILE!
    Corre lá...tá quentinho... hihihih
    Adorei a ideia dos livros com seus textos!
    Parabéns!
    Sucesso e paz, linda.
    Beijo da NANNA

    ResponderExcluir
  14. Solange

    Que os bons ventos tragam um novo colorido em sua vida, tecida, fio a fio, com sensibilidade, harmonia e intensidade...

    ResponderExcluir
  15. E eu fico tão feliz por isso, Solange!!

    Um abração meu!

    ResponderExcluir
  16. Mtos bjos com ar de sol para vc... Seu próprio nome já é um SOL!!!

    BJÃO

    ResponderExcluir
  17. Delicadamente, pacientemente-como é próprio de quem é autêntica em todas as horas-a Solange continua tecendo com os fios do seu coração as toalhas que a ponto luz bordará. Nelas colocará-como sempre-generosamente, os seus frutos mais belos. À volta dela estaremos. Como se uma luz doce nos iluminasse.

    Desculpe Mário Lopes, mas não conseguiria expressar melhor meus sentimentos. Por isso fiz minhas, as suas palavras.


    P.S. Também receei que não voltasse. Beijo carinhoso.

    ResponderExcluir
  18. Que bom te sentir assim...
    Ótima semana,

    ResponderExcluir
  19. Olá, boa noite!

    Lindo poema e, descrito de forma linda e maravilhosa!
    Se todos pudessem um dia ver e sentir tal magia, e acordar com uma outra visão da vida , seriamos seres mais Humanos.

    Meus parabéns, pela postagem e lindo Blog.

    Um ótimo domingo pra ti
    MARCIO RJ

    ResponderExcluir
  20. ... ainda estou chocada flor, nunca pensei que sentiria tanto por alguém que nunva vi. bjs e volto com m ais calma na volta dsa férias.

    ResponderExcluir