quinta-feira, 16 de setembro de 2010

só o que ele queria era ser dela...

Ele a observa, encantado. Seus olhos já nem sabem disfarçar.

Ela fala animada sobre as coisas que aprendeu.

Ele ouve, mas percebo que não se importa com as palavras.

Ela é o foco.

Ele chega mais perto.

Ela, tão centrada nela mesma (como não fazia há tanto tempo), que deixa escapar alguns sinais.

Ele quer tocá-la.

Ela sorri... quase percebe.

.

O silêncio dele é tão alto.

A ansiedade dela ainda mais.

.

Ela queria ser feliz.

Ele queria ser dela.

.

Ele podia ter sido o homem da vida dela.

Mas ela estava distraída demais...

39 comentários:

  1. Que pena,não? A distração pode atrapalhar...beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Quando eu vejo esses textos eu penso: E se eu largar do meu marido e daqui 10 ou 20 anos perceber que minha vida foi uma bosta e poderia ser boa ao lado dele! Ai para com a distração e continuo. Hoje to péssima para comentar. Prazer.

    ResponderExcluir
  3. As vezes não notamos aqueles que estão ao nosso lado. Tem texto novo no Sub Mundos. Bjus.

    http://submundosemmim.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Os sinais...Temos que ficar atentos a eles...Sem distração! Bjs linda, "amei o post da Bebela, morri de rir com a inocência tão linda dela, deixei recadinho. Antigamente não tinha como fazer isso, então eu escrevi vários diários para meus filhos e hoje faço um blog para meus netos há mais de 5 anos, é uma forma de registrar os momentos e marcar os passos na estrada para que eles possam voltar nos caminhos..."

    ResponderExcluir
  5. Sol..
    s e n s a c i o n a l!!
    ..ela estava distraída demais..

    faz-me lembrar.."o tempo passou na janela e só Carolina não viu" (C.Buarque)

    bjs..Sol

    ResponderExcluir
  6. Atenção para o refrão:
    È preciso estar atento e forte (lembra!)

    afagos

    ResponderExcluir
  7. Mas neste caso não deveria ele chamar mais atenção dela?

    E boa poesia menina.

    Fique com Deus, menina Solange Maia.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  8. E se perde uma vida inteira assim quando não prestamos atenção ao que realmente importa... e o que realmente importa...? Quem dera ter todas as respostas...
    Adorei, achei simplesmente perfeito.
    Adorei o blog também e vou ficar por aqui.
    Vá conhecer o meu, me dê esse prazer.
    Beijokas.
    Seguindo...

    ResponderExcluir
  9. Pois é...

    Pela distração, perdeu um grande amor...

    Será q ela perdeu mais alguma coisa?

    bjos Sol!!!

    ResponderExcluir
  10. "lindura" "belezura" de palavras mágicas!!!

    Lindo fim de semana pra vc!

    ResponderExcluir
  11. Volte mesmo, Solange. Eu já te sigo faz tempo.:) beijos, bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  12. É triste saber que as oportunidades passam assim num piscar de olhos.
    Logo, nem teremos mais areia em nossas mãos. A ampulheta vai levar tudo.
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  13. É preciso estar atento às oportunidades que aparecem.
    Teu escrever é lindo. Li outros textos e adorei.

    Sigo-te.
    Obrigado pela visita no "Partitura" e as palavras tão doces e vibrantes.

    Beijos.
    Ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  14. Depois da distração vem o despertar.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  15. Pra ver né... A gente pode perder coisas lindas se não estivermos atentos à vida! Adorei mesmo, vc sensacional como sempre!

    *Ahh, Deus te ouça e que eu case logo com Edu mesmo, rsrsr Nao vejo a hora!
    Bjos Sol, e lindo sábado!!

    ResponderExcluir
  16. A vida é feita de sinais,quando vemos, mas também não sabemos o que fazer com eles,perdemos tantas coisas que poderiam modificar nossas vidas.
    Amiga,ando repostando por falta de inspiração e ânimo,fase difícil na minha vida,mas, estou lutando pra que tudo isso passe logo.
    Ando sumida,mas, fico muito feliz quando recebo visitas de pessoas que não me abandonam quando mais preciso. Obrigada pelo seu carinho. Você é especial. Montão de bjs e abraços

    ResponderExcluir
  17. Belíssimo, maravilhoso! =D
    Triste essa falta de atenção, mas é tão real que chega a emocionar.
    Me tirou suspiros. ^^

    ResponderExcluir
  18. Tive que voltar só para agradecer o delicioso comentário que vc deixou no Solidão...Pra mim que te admiro tanto, emocionou...Bjs e obrigada querida.

    ResponderExcluir
  19. Oi Solange.

    ...só ficou a fotografia de sua poesia.

    bjs
    ns

    ResponderExcluir
  20. Faz todo o sentido...!!

    Gostei muito de lhe ver em meu canto... Obrigada por tão sensata palavras.

    Beijos Solange e, como sempre, esses seus olhos possuem uma grande visão, principalmente se for relacionada ao amor.

    ResponderExcluir
  21. " ando meio desligada e nem sinto meus pés no chão..."

    Bjos, querida.

    ResponderExcluir
  22. pois é, ela estava abstraída - de si mesma. Adorei o poema e tudo mais que vi por aqui. Belo blog, Solange.

    ResponderExcluir
  23. Chegou o dia.

    Novo blog no ar.

    Nome de batismo: NÃO É CÉU.

    Endereço: http://www.naoeceu.blogspot.com/.

    O INSUFILME permanecerá no ar. Mas sem promessa de novas postagens.

    ResponderExcluir
  24. Estou dando uma volta pela blogsfera para conhecer novos espaços, interagir e porque não fazer novas amizades e foi assim que cheguei até aqui.

    Fica o convite para vc conhecer o meu espaço, será um prazer te receber.

    Bom domingo.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  25. ...não dá pra voltar atrás
    e prestar mais atenção?

    rsrs

    ai como eu gosto dos teus escritos,
    my God!

    bj, querida!

    ResponderExcluir
  26. E nessa distração perdemos o alvo, o coração, o momento...
    lindas palavras, como sempre!

    ResponderExcluir
  27. Sonhei
    Com mares, com uma longa travessia
    Desfraldei uma vela alva
    Naveguei na chegada, na partida morria

    Sonhei que era um cavaleiro andante
    Por dias de inquietante perdura
    Avistei um vagabundo num espelho de água
    Era a minha alma talhada em pedra fria e dura


    Doce beijo

    ResponderExcluir
  28. Vaidade sendo um desfecho libertador. abrçs

    ResponderExcluir
  29. Solange,

    E quantas e quantas vezes a gente teve essa distração?
    Se a gente pudesse prever....

    Um beijo pra ti minha querida!

    Tão bom passar aqui e sentir o cheiro e a paz dos eucaliptos!!!!

    ResponderExcluir
  30. Sinais sutis e repletos de sentidos que passam despercebidos e dão adeus antes de terem a chance de dizerem um olá. São os desencontros da vida.

    Solange, obrigada pelas belas e carinhosas palavras que me dedicaste e que encheram de alegria o meu coração!

    Li alguns textos e todos provocaram aquele arrepio em mim, todos provocaram os meus sentidos. Escreves lindamente, moça! É uma honra receber-te em meu espaço!

    Beijo doce!

    ResponderExcluir
  31. Sol tenho essa imagem do seu post como meu descanso de tela do pc, acho muito fofa!
    O post está lindo como sempre suas palavras me encantam.
    beijos

    ResponderExcluir
  32. Olá, Solange.

    Adorei sua escrita.
    E como essas coisas ocorrem, né?!
    Tantas vezes temos alguém nos esperando, declaradamente, e nós estamos fechados por ainda estarmos pensando em um outro alguém que nem pensa mais na gente.

    Beijos

    ResponderExcluir
  33. amiga... vou ler sua sugestão da Martha Medeiros... depois te conto. Obrigada. Beijos e linda semana pra vocÊ!
    ;D

    ResponderExcluir
  34. Demais amiga....

    abraços
    de luz e paz

    ResponderExcluir
  35. Li este texto maravilhoso no Blog da Lua Nova. Vim conhecê-la. Enorme prazer! Que texto belo, verdadeiro, com palavras certas e exatas, nada a mais e nem a menos. Lindo, lindo... queria decorá-lo, para repeti-lo enquanto dirijo, enquanto ando pelas ruas.

    Eu sou uma pessoa distraída e sei que deixei passar muitos ventos bons porque meus olhos fixavam-se além, aquém...

    Um abraço!

    Suzana/LILY

    ResponderExcluir