terça-feira, 18 de agosto de 2009

Entre Lençóis

Gosto que me toques.
Mas tenho que sentir sua mão pesando sobre o meu corpo.
Preciso de verdades inteiras, de gestos certos.

Fragilidade eu guardo para quando acordo numa manhã cinzenta.
Com você quero todos os pecados sussurrados ao pé do ouvido.
Quero esgotar os gestos, quero o ópio.

Gosto da nossa alegria iminente, desse éter que solidifica a cada novo revés.
Gosto quando você me vigia, e espia entre lençóis meu quase sorriso.
São as pernas entrelaçadas e esse zelo que ocupa quase tudo, que embaçam as janelas e queimam a pele da gente.

É... gosto que me toques.
E que depois reste somente a desordem da cama.

38 comentários:

  1. Quanta sensibilidade viu...ótimo texto.


    abraços


    Hugo

    ResponderExcluir
  2. Só a desordem na cama?

    Ah vai confessa que o coração deve ficar em descompasso e o sorriso sempre pronto a acontecer,assim como a lagrima de emoção que deve ficar preste a ser vetida.
    confessa!
    carinho

    ResponderExcluir
  3. Você sabe conjugar sensualidade ,
    paixão, criatividade,
    tema reflexivo e beleza
    em seus versos que encantam
    Sua poetar é adorável !

    Beijos.

    Glória

    ResponderExcluir
  4. Ai.. pois é...

    Gostamos deles né...

    Ah...

    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Uauuu!!!! Que delicia de texto desarrumando lençois...
    Então desejo que eles fiquem sempre assim desalinhados!

    Um Beijo Linda menina!

    ResponderExcluir
  6. Lindo texto! Mas, sempre são lindos e vc sabe disso. Quanto sentimento e verdade.
    Adoro lençóis desarrumados...

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. E como gosto...
    Já nem sei mais o q é esta desordem.

    Beijos Sô!

    Niny

    ResponderExcluir
  8. Solange, perfeito...lindo!
    A desordem na cama e o sonho que é realidade, que não fica apenas nos travesseiros dormidos. è carne e sentimento; agora é fome e sede saciadas.

    Amor....


    beijo pra vc

    ResponderExcluir
  9. Fustigante Solange esse desenho feito com Fusain...!!!

    "Já lhe dei meu corpo, minha alegria....
    Já estanquei meu sangue quando fervia..."

    Minutos depois, após viver e sentir o odor da santidade, olham para o céu. Na busca do samadhi. Veem-se dentro do paraiso. Corpos incendiando-se como Nero ao incendiar Roma. Toca um Blues,e celembram a eterna sedução a vida com o mais doce néctar!!!

    Bjuss!!

    Alôha!!
    Hod.

    ResponderExcluir
  10. Que linda poesia menina!

    Que nesta desordem da cama,
    sobram também os perfumes,
    de eucalipto...

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. As pernas se entrelaçam antes e os pés depois ...

    ResponderExcluir
  12. Lindona tem um selo procê no meu blog, vai lá, vai

    ResponderExcluir
  13. adoreiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii! faço de suas palavras as minhas . lindo

    ResponderExcluir
  14. Lindo, Solange, perfeito!! Sensualidade e sensibilidade...

    Beijão!

    ResponderExcluir
  15. Uau!

    Que forte! O toque é uma das melhores coisas que uma pessoa pode proporcionar à outra.


    Beijo.

    ResponderExcluir
  16. "a desordem da cama"
    gostei!

    beijo,
    doce de lira

    ResponderExcluir
  17. Também gostei do blog e da desordem na cama. bj

    ResponderExcluir
  18. Ia ficar tão feliz se me sentisse assim de novo...
    Como é bom esse gostar.
    Como é bom ler você, Solange.
    bjs
    Rossana

    ResponderExcluir
  19. Sensível e sensual. Parabéns belo belíssimo poema. Bjus.

    http://contesta-acao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Sol, me arrepiei tamanha sensibilidade. Você é que é linda querida. Obrigada pelo carinho e pelas visitas. Senti mesmo o seu abraço. Quer saber de um segredo? Ele também leu e escreveu! Estamos caminhando devagar.

    Beijos no coração
    Layla Barlavento
    http://culpadowalter.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. As vezes a vida necessitam de certo grau de desordem...

    Principalmente com uma boa pegada.

    Fique com Deus, menina Solange Maia.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  22. Muito inspirador... =]

    Um beijo pra você

    ResponderExcluir
  23. Poeta é aquele que retém a inspiraçăo de um momento transitório e a torna eterna...Você é isso. Bjs.

    ResponderExcluir
  24. Que lindo *-*

    Adorei!!!! Beijãaao

    ResponderExcluir
  25. Solange...

    Bendita desordem!
    Tuas palavras queimam a pele...

    Beijos doces!

    ResponderExcluir
  26. Olá Solange muito obrigada pela visita e pelo comentário. Seu blog é incrível!
    O texto sensível porém intenso! Estou seguindo!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  27. Solange,
    Que sensualidade mais gostosa...
    Esse teor em seus textos, me é novo. Gostei!
    Beijos,
    Ana Lúcia.

    ResponderExcluir
  28. "..E que depois reste somente a desordem da cama."

    E o cheiro do amor pairando pelo ar..

    Bjs de Portugal

    ResponderExcluir
  29. Ei Solange!!

    O blog "O que elas estão lendo!?" está sorteando o livro "O Senhor March" ganhador do Prêmio Pulitzer de 2009!

    Como você é leitora de uma de nossas seguidoras, viemos aqui te convidar!

    Para participar, dê um pulo no blog e deixe um recado dizendo: eu quero participar!!!

    Já está concorrendo! Serão cinco ganhadores. O prazo termina hoje, dia 20 à meia noite!

    Beijos

    Equipe "O que elas estão lendo!?"
    www.elasestaolendo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  30. Essa cumplicidade é um dos encantos do amor...
    Beijos e saudades!!!
    Marcia

    ResponderExcluir
  31. ..."e espia entre lençóis meu quase sorriso". Lindo, lindo! Adorei esse teu poema!

    ResponderExcluir
  32. Quando me relaciono com alguém com amor é assim que gosto que as coisas aconteçam. Com muito suor.
    Beijos

    ResponderExcluir
  33. Texto lindo, e cheio de romance...
    Entre lençóis, o amor se faz, as almas se encontram, o corpo reage.
    Entre lençóis... ai ai ai ui ui!!!!
    beijossss

    ResponderExcluir
  34. Me encantei com o teu canto. Farei disso tudo aqui um pouquinho eu tb.
    Cheguei e vou continuar...

    Parabens.

    ResponderExcluir
  35. Amada, tem um selinho pra você lá no meu blog :)

    Beeijo!

    ResponderExcluir
  36. Maravilhoso,Solange! inspiraçãoe sensibilidade afloradas,beijos,chica

    ResponderExcluir