terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Olhos Obscenos

De vez em quando gosto de olhar para o amor com olhos obscenos.
Gosto de ver o céu e o inferno se alternando diante dele...
.
Gosto da atração instantânea, dos desejos irrefreáveis, de lábios, virilhas, nuca, pele.
Da intenção do minuto seguinte, da nudez anunciada, de qualquer carinho vago que leve embora todas as reservas.
Faço poesia displicente quando estou assim.
Porque sou romântica, mas antes disso sou mulher.
.
E preciso tanto desse amor que vai vestindo fantasias só pra depois poder rasgá-las em meio a fúria do instante, e despir, pra mim é mais importante do que vestir.
Nua é que sou inteira. Entre suas pernas e seus efeitos....
.
E nos meus arrojos sou tanta coisa, você nem sabe. Sou tanta vontade, sou tempestade, sou um pecado.
Mas diante do amor sou pouca. Sou descompasso, sou estilhaço, sou só um traço...
.

43 comentários:

  1. Sol ((tô intima já)) rs...Sou sua fã..fãnzona msmo, tão íntimo, tão intenso o que tu escreve, a maneira como tu deitas e rola nas palavras dá para sentir o sabor. Uiiii delícia =P

    Esses zói taradinhos..heheh beijão..Hein me visita vai! Xêruuu!

    ResponderExcluir
  2. Um amontoado de sentimentos indescritíveis , apenas aceitáveis e ligeiros...
    Enfiados num coração livre.

    Grande abraço

    ResponderExcluir
  3. E realmente, es mulher, mas é uma mulher que luta pelo próprio desejo e felicidade =p

    Fique com Deus, menina Solange Maia;.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Por que quando a mulher quer, como dizem, coloca até o diabo na garrafa, se ele existisse.
    Somos um furacão e somos garoa.

    ResponderExcluir
  5. O Blog O TOQUE DE MIDAS

    http://rosarinho12.blogspot.com/

    deseja a todos os seus amigos
    ...
    ...uma semana Feliz!

    ResponderExcluir
  6. Solange,

    O prazer de ler a mulher e o amor, vai aquém de qualquer espaço.

    escrever assim...não é para todos.

    bj

    ResponderExcluir
  7. Nossaaaaa!!!que coisa lindaaaa!!!!nós mulheres somos fogo e paixão...saido pelos poros...hehehehe!!!bjus queridaaaa!!

    ResponderExcluir
  8. LINDÍSSIMO TEXTO... PARABÉNS! VOU POSTÁ-LO NO MEU BLOG PARA LER INÚMERAS VEZES (MAIS), COMO JÁ FIZ ATÉ AGORA...RS NÃO ME CANSO! UM BEIJO

    ResponderExcluir
  9. Mulher que é da geração que ama sem medo e que ama em letras e paixões!
    Como eu adoro ler vc!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Muito legal isso e esse olhar às vezes é legal!beijos,chica

    ResponderExcluir
  11. Amiga querida tem um lindo selinho lá no meu
    blog para vc.enfeitar o seu blog...eu quero voar
    no seu blog...pegue o seu...beijos lindaaa!!

    ResponderExcluir
  12. "Nua é que sou inteira"... e a forma como vc se despe de pudor, de preconceitos e se mostra por inteiro, na sua poesia, é simplesmente sublime.

    Bjos

    ResponderExcluir
  13. Que poesia maravilhosa!!!! Adorei!!!
    beijos

    ResponderExcluir
  14. Saudade de passear por aqui amiga.... estou de volta da viagem.......
    Beijos linda pra ti e Bebela.

    ResponderExcluir
  15. Ótima postagem...amei.
    Solange passa lá em meu blog e confira o novo visual.

    abraços
    de luz e paz

    Hugo

    ResponderExcluir
  16. Somos poucos perto de tanto amor.
    Somos o desejo perdido no tempo
    E a vontade animal consumida pela razão.
    Quando conseguimos rasgar todo esse contexto,
    Somos inteiros! Somos amantes
    E somos humanos!

    Ótimo texto! E ótimo blog!
    Cordialmente. Adriano MB.

    ResponderExcluir
  17. Solange

    ISSO é vida! E tão bom!

    bjos
    Anne

    ResponderExcluir
  18. Pecado é ser romântica antes de ser mulher ...

    ResponderExcluir
  19. Morro de vontade de vir aqui, ler e fazer um comentário que vá te surpreender, mas o que posso fazer se a cada palavra que leio de você, me consome uma outra dentro de mim.

    ResponderExcluir
  20. Vou confessar-te algo: seu texto trouxe lucidez para uma de minhas personagens. Por isso vou deixá-lo aqui para voltar a ele diversas vezes. Foi como olhar para suas palavras e vê-la ali nas entrelinhas. grazie
    bacio

    ResponderExcluir
  21. Arder, arder até ser o próprio ar!...

    Palavras ardentes, as tuas, Solange...De mulher que sabe que só em flor e fruto será inteira, nua aos seus olhos e aos de quem a merecer. Nada menos do que isso: a plenitude do corpo e da alma.

    A vida não escolheria melhor mensageira para se anunciar, tu.

    Beijo ardente e terno.

    ResponderExcluir
  22. aaaah, que delícia, o amor! antes, durante, depois...
    "e depois, depois do amor, amor..."

    ResponderExcluir
  23. Fiquei até sem reação ao ler...Bom demais,descompassado,inteiro...perfeito,mesmo.
    Entrou para o meu blogroll!Bjs!

    ResponderExcluir
  24. Amei seu cantinho...
    Já estou te seguindo e adoraria te ver lá no meu
    http://cronicasdeanjos.blogspot.com/
    bjs com carinho!!

    ResponderExcluir
  25. CARACA! Impressionante como você vai atingindo com suas flechas palavras com arcos da paixão! Cada uma é certeira no alvo:Seja amor, paixão ,desejo...Todas são imperfeitas diante da perfeição do sentir. Amei! Montão de bjs e abraços

    ResponderExcluir
  26. Um olhar diferente e putz!!!
    Apaixonasse eternamente.

    ResponderExcluir
  27. Ao amor todos os olhares são perfeitos,,,são cultuadores...são de desejos.....beijos de bom dia pra ti querida.

    ResponderExcluir
  28. Eu e minha namorada temos muito disso. Dessa sua postagem.

    Daniel

    ResponderExcluir
  29. Solange,

    A sensualidade do teu texto acende todos os desejos, todos os sonhos, alimenta todas as fantasias... cada palavra é uma doce e excitante caricia!


    Beijos, querida!
    AL

    ResponderExcluir
  30. Ah, que delícia de poesia, Solange! Que intenso frenesi! Essa sua intimidade com as palavras e o envolvimento que nos traz é coisa rara na poesia contemporânea. Amei! Abraços. paz e bem.

    ResponderExcluir
  31. Olhei para essa ilustração com uns lhos tão obscenos que corei de vergonha, mas foi irresistível.
    A sua prosa (poesia) tem um encanto que me seduz e me deixa, sempre, entre o real e o irreal
    Obrigado porque existe.

    ResponderExcluir
  32. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  33. Separar a lúxuria do amor? Melhor misturá-los.

    ResponderExcluir
  34. Oi Sol,

    Que coisa linda. O amor tem dessas coisas.

    BeijooO*

    ResponderExcluir
  35. Imagino que isso seja ser mulher ...
    Me sinto tão assim as vezes que sofro ainda mais por meu amor estar tão longe dos meus devaneios ... mas vou seguindo ...
    Beijo querida!

    ResponderExcluir
  36. Hummm... vim espreitar teus olhos obscenos!:))

    Beijos!
    AL

    ResponderExcluir
  37. Sol,

    Um dos textos mais lindos que eu já li. Obrigada pela partilha.Bjs

    ResponderExcluir
  38. MARAVILHOSO!
    É pra gente se encontrar em cada linha, viu?!

    ResponderExcluir
  39. onde esta meu comentario delicia

    ResponderExcluir
  40. "Mas diante do amor sou pouca. Sou descompasso, sou estilhaço, sou só um traço..."

    Um traço, apenas? Não, não creio. Talvez um travessão... Para que se possa começar tudo de novo, em novas frases e novas poesias e novas surpresas.

    Lindo, lindo texto.

    MB

    ResponderExcluir